Sábado, Julho 13, 2024
InícioBebêTylenol dá sono em bebê

Tylenol dá sono em bebê

Tylenol dá sono em bebê! Foi a conclusão que uma mãe chegou após perceber que seu bebê estava dormindo por horas. Todas mães sabem que é importante ter cuidado ao administrar medicamentos para bebês. Afinal de contas, aquele serzinho tão pequeno pode ter efeitos inesperados ao ingerir substâncias desconhecidas. Mas o sono não é a única reação que deve ser observada ao ingerir medicamentos. Alguns medicamentos podem sim causar sonolência, ao passo que outros podem causar agitação estimulação e  até mesmo dificuldade para dormir. Além disso, sempre é bom lembrar que os efeitos colaterais dos medicamentos não acontecem igualmente para todas as crianças.

Você em consideração quando o assunto é oferecer medicamentos. Em primeiro lugar, é fundamental não medicar seu bebê por conta. Outro erro comum são as famílias oferecerem remédios a bebês visando seus efeitos colaterais. Como por exemplo, dar um remédio que causa sonolência para tentar adormecer um bebê que dorme pouco. Medicamentos devem ser utilizados de acordo com prescrição médica e somente quando necessário. Como tudo é novo para os bebês é recomendado que os pais fiquem atentos à dosagem e aos horários indicados para oferecer o medicamento e visualizar os possíveis efeitos.

O uso de medicamentos para bebês e crianças pequenas merece todo nosso cuidado. Afinal, em seus corpos frágeis e pequenos qualquer erro pode representar uma situação inesperada. Por isso, é importante lembrar que simultaneamente ao uso de remédios, os pais também podem buscar por medidas de alívio naturais. No caso das cólicas, higiene natural. No caso de febre, remover roupas e dar um banho morno. Já no caso de dor de ouvido, uma compressa morna na região externa da orelha.

Imagem de pvproductions no Freepik: Tylenol dá sono em bebê – conheça mais sobre medicamentos

Mães que amamentam

Uma mãe está amamentando também precisa ter cuidado com os medicamentos que toma, pois alguns tem a capacidade de passar a “barreira do leite”. Para escolher um medicamento será avaliado a condição de saúde da mãe, doença a ser tratada e do risco potencial do medicamento para o bebê. Existem medicamentos seguros para uso durante a amamentação, enquanto outros podem ser prejudiciais para o bebê. Muitos profissionais podem acabar não perguntando se a mãe amamenta ao prescrever uma medicação. Dessa maneira, é importante que você sempre informe essa condição e pergunte sobre a segurança do medicamento.

Medicamentos seguros para usar durante a amamentação:

  • Paracetamol (Tylenol) – em casos de dor e febre;
  • Ibuprofeno (Advil)  –  anti-inflamatório;
  • Anti-alérgicos de segunda geração, como loratadina (Claritin) e cetirizina (Zyrtec);
  • Antibióticos específicos

Existe um site que pode ajudar as mães que amamentam a conseguirem informações sobre a segurança dos medicamentos: e-lactancia.org 

Tylenol dá sono em bebê? – Não!

Apesar de que sono não é um dos efeitos colaterais do paracetamol, é muito comum que mães observem que após o uso o bebê melhorou o sono naquela noite. Isso acontece, principalmente porque o bebê relaxa pois está sem dor e sem febre. É isso mesmo. O remédio em si não causa sono mas a eliminação ou diminuição de alguma dor faz com que o bebê durma melhor. Logo, é apenas o remédio cumprindo sua função. Por isso, é importante que seja feita uma avaliação correta e que não seja utilizado medicamento indiscriminadamente.

Atenção, bebês que tem problema com sono não devem receber medicamentos para uma tentativa de “salvação”. Opte por ensiná-lo a adormecer com bons hábitos, estruture uma rotina e faça bons rituais de sono.

Remédios que podem dar sono em bebês

Alguns medicamentos comuns que podem aumentar o sono do bebê. Outros podem baixar as reações e deixá-los mais apáticos. Analgésicos como a codeína, por exemplo, podem causar sonolência. Algumas substâncias naturais a base de camomila acalmam o bebê e aumentam a sonolência.

Dessa maneira, também é importante saber que alguns medicamentos podem trazer agitação e dificuldade para dormir. É assim no caso dos broncodilatadores, como albuterol. Medicamentos utilizados em nebulização ou para aspiração que muito rapidamente já causam esses efeitos. Nesses casos em que há efeitos mais intensos, a dosagem e a administração do medicamento deve ser ainda mais cuidadosa.

Caso os efeitos estejam muito intensos, consulte seu pediatra para verificar a possibilidade de outra medicação ou ajustes na dosagem. Evite a qualquer custo a auto-medicação para evitar a exposição a efeitos desnecessários.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Poliana coimbra do Bonfim sobre Pico de crescimento