Terça-feira, Abril 16, 2024
InícioBebêBebê de dois anos não dorme a noite toda 

Bebê de dois anos não dorme a noite toda 

O bebê de dois anos que não dorme a noite toda ainda é uma preocupação para os pais. O bebê quando nasce ainda é muito sonolento, suas janelas de sono são bem espaçosas e fica pouco acordado. Conforme o crescimento e desenvolvimento da criança essas janelas de sono irão diminuindo e ele passa a ficar mais acordado. E assim desenvolve suas habilidades conforme são adquiridas ao longo do tempo. Para que isso aconteça é extremamente importante que o bebê tenha suas horas de descanso, afinal é no sono que se obtém as habilidades. 

Assim, quando o bebê realiza sua rotina de sono ao acordar desenvolve suas novas habilidades. Além disso, para o sono é importante para a saúde e imunidade da criança. A rotina deve ser ensina ao bebê desde que o nascimento. Ao chegar em casa com a criança é importante que os pais já estabeleçam uma rotina e principalmente um ritual noturno com o bebê. O ritual de sono noturno deve ser simples como: preparar o banho, contar uma história ou cantar uma música, alimenta-lo e o pôr para dormir. 

Na hora de fazer o bebê dormir e durante o ritual do sono é necessário que o bebê não fique agitado, afinal um bebê agitado não dorme. Durante o dia também é importante observar os sinais de sono que a criança dará. Esses sinais podem ser desde esfregar os olhos, bocejar até mesmo resmungar. O sono é um dos principais fatores para o bom desenvolvimento e saúde do bebê, por isso deve ser levado a sério pelos pais. Ou seja, deve-se obter conhecimento sobre o assunto, conhecer o bebê e assim buscar qual melhor rotina para ele. 

Imagem de pvproductions no Freepik: bebê de dois anos que ainda não dorme a noite toda

Principais motivos para o bebê de dois anos não dormir

Há diversos motivos para que o bebê de dois anos não esteja dormindo durante a noite. Possíveis motivos para que isso aconteça:

-Ambiente: O ambiente é um dos principais fatores para garantir a qualidade de sono da criança, quando algo muda no ambiente a criança sentirá e pode ser que cause despertares;

-Rotina: A falta de rotina interfere diretamente na qualidade de sono da criança, se há falta de rotina o sono do bebê é afetado além de prejudicar outras áreas na vida do bebê. Ou seja, o relógio biológico do bebê fica desregulado e causa dificuldades no sono;

-Desenvolvimento: Mesmo que o desenvolvimento seja importante e necessário para a criança, ele pode acabar afetando o sono. Enquanto a criança está se desenvolvendo seu cérebro não para de absorver tudo ao redor o que pode causar dificuldades no sono. 

Como lidar com a situação?

Embora seja considerado normal que o bebê acorde durante a noite, aos dois anos é importante que a criança já não tenha despertares. Mas caso haja o despertar é importante que a criança já saiba voltar a dormir sozinha. Assim como tudo deve ser ensinado para o bebê, o sono também é ensinado. Dicas e estratégias que podem ajudar nessa situação:

-Rotina: Criar uma rotina de sono regular na criança é de extrema importância. Na rotina o bebê deve ter hora para dormir e para acordar, assim o relógio biológico criará um ritmo natural para o sono;

-Ambiente: O ambiente em que o bebê dorme deve ser propicio para uma boa noite de sono. Deve ser escuro, confortável, temperatura adequada e silencioso. Dessa forma garantindo ao bebê uma noite tranquilo e de sono profundo;

-Limites: Se todas as vezes que o bebê acordar os pais atenderem imediatamente, ele acordará mais vezes para ter a presença dos pais. Estabeleça um tempo limite para poder atender o bebê e isso não significa deixa-lo chorar até dormir;

Estímulos: É importante que durante o ritual de sono noturno e antes de dormir não haja nenhum tipo de estímulo. Evitar telas e brincadeiras e optar por ler um livro ou por uma música relaxante. Opte sempre por atividades que irão acalmar o bebê;

-Ajuda profissional: Caso o bebê siga acordando á noite, mesmo a família realizando os itens acima é importante que busque a ajuda de um profissional do sono. Há centenas de cursos e ajuda profissional para ajudar o bebê a dormir. 

É prejudicial o bebê não dormir? 

A falta de sono pode causar consequências prejudiciais à saúde física e emocional e assim afetando o desenvolvimento do bebê. Leia mais sobre as sonecas.

-Desenvolvimento cognitivo: A falta de sono de qualidade prejudica o desenvolvimento cognitivo do bebê. Ou seja, quando o bebê tem a qualidade de sono prejudicada a capacidade de guardar informações e aprender novidades fica prejudicada. 

-Sistema imunológico: Quando o bebê não dorme bem afeta seu sistema imunológico, tornando-o mais propicio a pegar doenças imunológicas, infecções respiratórias e alergias. Isso porque durante o sono, o corpo libera ocitocina que combate infecções e doenças.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Poliana coimbra do Bonfim sobre Pico de crescimento