Terça-feira, Abril 16, 2024
InícioA mãeDesmame gradual: Importante para o desenvolvimento do bebê

Desmame gradual: Importante para o desenvolvimento do bebê

O desmame gradual, assim como toda a amamentação do bebê é um marco no seu desenvolvimento. Desde que a mulher descobre a gestação, sonha com o momento que terá seu bebê no colo e que poderá amamentar seu bebê. Mas, nem sempre tudo são flores. A mãe começa a lidar com um turbilhão de sentimentos, surge um novo ser humano em sua vida e que é completamente dependente. E além disso tudo, uso do corpo da mulher para se alimentar. 

A amamentação só traz benefícios tanto para o bebê, como para a mãe. Através da amamentação que o bebê cria seus primeiros vínculos, conhece o aconchego da mãe e sua primeira e principal fonte de alimento durante o primeiro ano do bebê todo. Ao ser amamentado, o bebê recebe ricos nutrientes, hidratação e imunidade. O leite materno é como uma fonte de ouro para o bebê. Além de que o leite materno torna a alimentação mais prática durante os 6 primeiros meses, se a família quer dar um passeio, o leite já vem completamente pronto. Contudo, a amamentação ainda previne o bebê de várias doenças infantis. 

O desmame materno é uma transição importante na vida de um bebê, é um marco crucial no desenvolvimento infantil. Entretanto, é um processo complexo que a criança passará e esse processo exige paciência, cuidado, compreensão. Afinal representa o fim de uma fase de relacionamento direto entre mãe e bebê. O desmame gradual quando é feito de forma respeitosa, fortalece ainda mais o vínculo emocional e promove uma nova fase suave de desenvolvimento. A família acolhe o bebê, respeita sua fase, valida os sentimentos, mas também ajuda a progredir e seguir em frente.

Imagem de Freepik: Desmame gradual

Como fazer o desmame gradual?

O desmame gradual não tem um tempo limite para começar. O aleitamento materno deve ser até, pelo menos, o primeiro ano de idade do bebê e exclusivo até os seis meses de vida. O bebê ao completar os seis meses deve começar com a introdução alimentar. E dessa forma, começa a transição para a nova fase do desmame gradual: 

  • Introdução de alimentos: A introdução alimentar acontece aos poucos. A mãe começa oferecendo frutinhas e conforme o bebê se adapta vai aumentando a variedade de alimentos;
  • Consistência: A maioria dos bebês não se adaptam tão facilmente ao desmame gradual e a introdução de alimentos, por isso que a recomendação é de que até o primeiro ano de vida o principal alimente é o leite materno. Mas as mamães devem ter consistência e paciência para obter uma dieta equilibrada para o bebê; 
  • Abordagem constante: Não pressione o bebê a comer mais do que ele quer, forçar o bebê a comer faz com que ele perca a noção de saciedade. Respeitando os sinais de saciedade e demonstrando respeito com a criança evita que crie aversão aos novos alimentos; 
  • Ambiente favorável: Proporcione ao bebê um ambiente seguro, calmo e acolhedor durante as refeições. E dessa forma, o bebê associa o alimento a momentos positivos; 
  • Variedade de alimentos: O bebê deve ter acesso a todos os alimentos, não é porque um adulto não gosta de x alimentos, que o bebê é obrigado a não gostar também; 
  • Reduza gradualmente as mamadas: Conforme o bebê vai se adaptando ao desmame e a introdução alimentar, a mãe reduz a frequência das mamadas e vai substituindo por alimentos até que o bebê esteja desmamado.

O papel da mãe no desmame: uma jornada de cuidado

O processo do desmame gradual é delicado e repleto de desafios físicos e emocionais. A mãe desempenha um papel crucial na orientação e apoio ao filho durante toda a transição dessa fase. O papel da mãe no desmame gradual é:

  • Conexão e empatia materna: A mãe é a figura principal na vida do bebê, e é onde a criança encontra conforto e segurança. Sendo assim, a maneira que a mãe desempenha esse papel definirá como o bebê enfrentará as novidades dessa fase. Ou seja, a sensibilidade materna nesse período garante que o bebê se sinta amado e seguro;
  • Educação nutricional e gradual de alimentos sólidos: A mãe desempenha um papel crucial na introdução dos alimentos sólidos. Equilibrar a introdução de novas texturas e sabores junto com a implementação de elementos familiares na dieta do bebê. Ou seja, a mãe desempenha um papel fundamental na doente, garantindo que o bebê tenha nutrição saudável e adequada durante o desmame; 
  • Apoio emocional: Durante o processo de desmame gradual, o principal papel da mãe vai além do só dar comida ao bebê, estende-se até ao apoio emocional e fortalecimento do vínculo com o bebê;

Momento adequado para o desmame materno: Sinais a se considerar

Embora, alguns bebês demonstram alguns sinais de que estão prontos para o desmame gradual, é um processo onde as mães sofrem bastante e consecutivamente os bebês também. Dessa forma, é necessário que a mãe entenda os sinais de prontidão do bebê para então realizar o desmame gradual. Alguns dos sinais são: Quando o bebê começa a comer sozinho e segurar os alimentos com as próprias mãos, outro sinal é quando o bebê ainda não começou a introdução alimentar mas quando o observa alguém comendo, demonstra interesse em comer. O bebê da pistas emocionais, que é o principal para a determinação para o momento certo do desmame. Quando o bebê já demonstra insatisfação ou menos interesse durante a mamada. Além disso, observar como o bebê se comporta quando a mãe não esta pode surgir alguns insights poderosos de como esta a prontidão emocional do bebê para essa transição.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Poliana coimbra do Bonfim sobre Pico de crescimento