Terça-feira, Abril 16, 2024
InícioA mãeParto normal dói muito

Parto normal dói muito

O parto normal dói muito é uma das maiores dúvidas em relação ao mundo da maternidade. Toda mulher ao engravidar tem a consciência de que a hora do parto irá chegar e isso se transforma em medo. Afinal, cada experiência de parto é única mesmo que a mulher já tenha passado por outros partos. O parto normal em si é uma experiência única na vida da mulher, mas não se pode negar que a experiência pode ser dolorosa. Ainda assim, o parto normal traz inúmeros benefícios tanto para a mãe quanto ao bebê. 

Uma das principais características do parto normal é a dor porque envolve as contrações uterinas e o grande esforço para o bebê passar pelo canal. Mesmo as contrações ser extremamente necessárias para o parto acontecer, são extremamente doloridas e considerada uma das piores dores que uma mulher pode passar. As contrações acontecem para que haja a dilatação do colo do útero e para ajudar a mulher a empurrar o bebê para fora. Além disso, mesmo a dor existindo ela varia entre as mulheres. Ou seja, algumas podem sentir mais dor que a outra por questões como sensibilidade, tamanho do bebê e a duração do trabalho de parto. 

Contudo, existem outras questões biológicas que influenciam a dor na hora do parto. Como, por exemplo, os aspectos psicológicos e emocionais da mulher. O medo, estresse e a ansiedade são fatores que aumentam a sensação da dor na hora do parto e assim torna o processo ainda mais desafiante. A dor do parto normal apesar de ser intensa carrega com ela um propósito significativo. As contrações e a dor estão inteiramente ligadas ao nascimento e ao corpo expulsando o bebê para o mundo.

Imagem de wavebreakmedia_micro no Freepik: Parto normal dói muito

Principais estratégias para a dor

Atualmente, existem diversas formas para ajudar a mulher no processo da dor durante o parto e assim tornar a experiência mais suportável. Algumas dessas estratégias são:

Preparação: Existem diversos cursos de preparação para a hora do parto normal ensinando técnicas de respiração, posições para aliviar a dor e relaxamento;

Equipe de saúde: Ter presente no parto uma equipe técnica da saúde experiente é fundamental. Eles proporcionam incentivos para o alivio da dor e oferecem orientações e suporte adequado para a mulher;

Técnicas de relaxamento: Praticar meditação, respiração profunda, massagens e outros são técnicas que ajudam a reduzir a tensão e ajuda a proporcionar conforto físico e emocional;

Analgesia: Existem mulheres que optam pela analgesia que é uma anestesia epidural, onde a mulher não sente as dores do parto. Mas essa é uma decisão que deve ser tomado em conjunto da equipe médica; 

Apoio emocional: Ter o suporte emocional da pessoa que irá acompanhar a mãe é de extrema importância. Afinal, deixa o ambiente mais seguro e reconfortante para a mulher e a chegada do bebê. 

Opiniões divergente sobre a dor no parto normal

O parto normal normalmente já dividi muitas opiniões e não é diferente em relação a dor. Algumas mulheres relatam que parto normal dói muito, por outro lado, existem mulheres que descrevem a experiência do parto como desafiadora e extremamente dolorosa. Sentem-se vulneráveis e a dor é praticamente impossível de ser tolerada e optam por meio de aliviar a dor como a analgesia. Por outro lado, existem as mulheres que enxergam o parto normal como uma forma de se conectar com a natureza e sua força interior. Ao passar por essa experiência da forma mais natural possível sentem que são empoderadas e uma sensação de realização. Outras também que acreditam que a dor do parto é uma parte vital do processo para a liberação de hormônios importantes como a ocitocina. A ocitocina ajuda na progressão do processo e ajuda no fortalecimento do vínculo entre a mãe e o bebê. Mas a verdade é que a dor do parto e esse processo é enfrentado de diferentes formas. Cada mulher enfrentará esse acontecimento de forma única, conforme suas crenças, contexto cultural e valores. 

Principais vantagens em optar pelo parto normal

De fato, o parto normal tem diversos benefícios tanto para a mulher quanto para o bebê. As principais vantagens são:

Processo natural: O parto normal é quando a mulher dá à luz de forma natural, seguindo as fases próprias do corpo feminino. É uma experiência que representa uma conexão maior entre a mãe e o bebê. 

Intervenção médica: Escolher o parto normal geralmente tem menor intervenção médica em comparação com o parto cesariana. Ou seja, permite que o nascimento ocorra de forma mais natural. E também respeita o tempo e sinais da mãe e do bebê;

Recuperação rápida: Geralmente, o tempo de recuperação do parto normal é mais rápido que o parto cesariana. As mulheres que escolhem o parto normal ficam menos tempo no hospital e se recuperam mais rápido que é relevante para o cuidado do bebê;

Menor risco de complicações: Com as condições adequadas o parto normal é considerado seguro para a maioria das mulheres. Além disso, o parto normal está associado a menor risco de infecções respiratórias e problemas respiratórios em bebês;

Amamentação: O parto normal está diretamente ligado a amamentação. Assim que o bebê nasce é quando a produção de leite começa e a mulher já pode colocar o bebê para realizar a primeira pega. 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Poliana coimbra do Bonfim sobre Pico de crescimento