Terça-feira, Abril 16, 2024
InícioBebêChupeta 18 a 36 meses

Chupeta 18 a 36 meses

A chupeta entre os 18 a 36 meses tem sido um tópico entre diversos debates. Da mesma forma que há diversos assuntos polêmicos em relação aos bebês, a chupeta também está nos tópicos de debates entre pais e profissionais da saúde. Enquanto a maioria dos pais enxergam a chupeta como um instrumento para acalmar o bebê e ajudar no sono. Do outro lado, os profissionais da saúde se preocupam com os impactos negativos que a chupeta pode proporcionar no desenvolvimento da criança. 

Embora, a utilidade da chupeta 18 a 36 meses seja muito boa em alguns momentos, entender como e quando se deve usar é crucial. O principal beneficio da chupeta é a capacidade de acalmar, oferecendo alívio e conforto durante a inquietação e choro dos bebês. Além disso, a chupeta ajuda na necessidade natural de sucção do bebê. Essa necessidade de sucção se associada a sensação de bem-estar e segurança. Os pais devem estar cientes de alguns aspectos para a segurança e desenvolvimento saudável do bebê.

O uso da chupeta deve ser controlado a somente alguns momentos cruciais que o bebê precisará, por exemplo, para adormecer. E também quando o bebê está passando por algum momento que seja desconfortável à ele, dessa maneira reduz o risco de dependência. Contudo, a escolha da chupeta também deve ser adequada ao tamanho da boca e que não interfira no desenvolvimento oral do bebê. O uso prolongado da chupeta é um risco negativo no desenvolvimento da fala e da dentição, especialmente quando a chupeta é usada por períodos longos além do primeiro ano do bebê. O uso excessivo nos primeiros meses do recém-nascido pode interferir na amamentação, gerando confusão de bicos e dessa forma prejudicando o vínculo emocional entre o bebê e a mãe.

Imagem de Freepik: Chupeta 18 a 36 meses

Chupeta 18 a 36 meses: Pode usar?

A chupeta para bebês de 18 a 36 meses é uma duvida para a maioria dos pais. Afinal, nessa fase o bebê está em um período crucial do desenvolvimento cognitivo e físico e durante esse tempo surgem diversas questões sobre a criação do bebê, incluindo a chupeta. Muitos pais se perguntam se a chupeta pode ser usada nessa fase tão importante do desenvolvimento da fala. A verdade é que o uso da chupeta 18 a 36 meses tem pontos positivos e pontos negativos. Os pais devem ter entendimento de ambos os lados. Embora a chupeta proporcione alívio, conforto, ajuda no desenvolvimento da sucção, mastigação e entre outros. O lado negativo é que o uso inadequado pode acumular desafios, como: problemas de associação, atrasar o desenvolvimento orofacial, interferir no desenvolvimento da fala e muitos outros.

Beneficios que a chupeta proporciona?

Apesar das opiniões contrárias, a chupeta proporciona alguns benefícios aos bebês. Alguns deles são: 

  • Alívio do estresse e desenvolvimento da sucção: Para os bebês de 18 a 36 meses, a chupeta desempenha um papel especial no desenvolvimento da sucção e auxilia na satisfação das necessidades orais. Também proporciona alívio no estresse e conforto ao bebê. A chupeta 18 a 36 meses ajuda na sucção não nutritiva para o bebê lidar melhor processos como o estabelecimento de rotinas de sono; 
  • Calma e sono: Um dos principais benefícios notáveis da chupeta é a capacidade de promover calma ao bebê e, dessa forma, ter o sono mais tranquilo. Também ajuda o bebê a controlar as emoções, introduzindo uma sensação de segurança e conforto; 
  • Síndrome da morte súbita: O que poucos pais sabem é que a chupeta está associada a uma redução no risco da síndrome da morte súbita infantil (SMSI). A presença da chupeta durante o sono auxilia a manter as vias respiratórias abertas, sendo assim promovendo a respiração regular.

Os maiores riscos que a chupeta proporciona para bebês de 18 a 36 meses?

Estudos recentes tem mostrado riscos ocultos associados ao uso prolongado da chupeta em bebês 18 a 36 meses. Os riscos vão além de efeitos imediatos e tem impacto significativo no desenvolvimento emocional e físico dos bebês. 

  • Saúde bucal: Usar a chupeta durante muito tempo está associado a problemas de saúde bucal em bebês. A sucção seguida leva a problemas de má oclusão, que prejudica o desenvolvimento da mandíbula e dentes. Além disso, a arcada dentária fica deformada, dificuldades e atrasos na fala, mastigação, e dessa forma aumentar o risco de infecções no ouvido médio; 
  • Desenvolvimento comportamental e da linguagem: O uso prolongado da chupeta 18 a 36 meses afeta diretamente o desenvolvimento da linguagem e comportamento dos bebês. O uso inadequado da fala atrasa o desenvolvimento da fala, prejudica a capacidade de articulação e comunicação. Contudo, também influencia de forma negativa o desenvolvimento emocional.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Poliana coimbra do Bonfim sobre Pico de crescimento