Terça-feira, Abril 16, 2024
InícioBebêA linguagem bebê 1 ano e 9 meses 

A linguagem bebê 1 ano e 9 meses 

Na linguagem do bebê de 1 ano e 9 meses é quando o bebê começa a se comunicar de forma verbal com mais facilidade e abrangendo seu vocabulário. Nessa idade, os bebês já são pequenos exploradores e estão em uma fase emocionante de descobertas, e revelam também expressões junto com as palavras. As palavras emergem de forma peculiar e são adoráveis para se ouvir. A família e os cuidadores presenciam uma linguagem única surgindo nessa fase, com tentativas de misturar sons e diversas articulações. A repetição é uma aliada para o bebê de 1 ano e 9 meses, ajudando na prática a aperfeiçoar o vocabulário.

As palavras novas são ensaiadas, e os pequenos expressam as descobertas e os desejos. Enquanto estão desenvolvendo seu vocabulário os pais dão incentivo e comemoram cada conquista, e isso é crucial para estimular o bebê nessa aventura da linguagem. Existem diversas formas para estimular a linguagem do bebê adequadamente desde que nasce, por exemplo, realizar momentos de leitura, conversas e músicas, são consideradas ótimas maneiras de como introduzir o bebê a linguagem desde recém-nascido. 

Ainda que o bebê já tenha seu próprio vocabulário nessa idade, a comunicação não verbal segue sendo uma parte importante no repertório, além de complementar as tentativas de se comunicar verbalmente. A junção entre o verbal e o gestual ajuda o bebê a se expressar de forma mais eficaz e ajuda no fortalecimento de vínculo com os pais, família e cuidadores. O ambiente em que o bebê está inserido deve ser apto ao desenvolvimento linguístico do bebê, sendo assim os pais tem um papel crucial na criação de um ambiente linguístico que seja enriquecedor para o bebê.

Imagem de Freepik: Linguagem bebê 1 ano e 9 meses

Linguagem bebê de 1 ano e 9 meses: O que esperar? 

Essa fase da linguagem do bebê de 1 ano e 9 meses é marcada por grandes conquistas que mostram o desenvolvimento cognitivo. Nessa idade é normal que o bebê articule palavras simples e forma um vocabulário inicial. Geralmente, as primeiras palavras estão relacionadas ao ambiente imediato, como “papai” e “mamãe” porque o bebê está familiarizado. Até o bebê começar com a fala, ela se comunica de outras formas também, como choro, balbucios fofos, apontando para as coisas que deseja e até mesmo demonstrando interesse por algo. É crucial ter em mente que cada criança é única e se desenvolve em seu próprio ritmo, as variações na velocidade do desenvolvimento cognitivo são bastante comuns, por isso entender a singularidade de cada bebê é crucial. O estímulo para a comunicação do bebê deve ser de forma gentil e respeitosa, incentivando o bebê a evoluir mas que seja prazeroso a ele. 

Formas de estimular a linguagem do bebê:

Os primeiros meses de vida do bebê são fundamentais para o desenvolvimento cognitivo do bebê, incluindo a linguagem. Os pais e cuidadores desenvolvem um papel crucial nesse processo e assim proporcionando um ambiente que tenha estímulos para o bebê.

Algumas formas de estímulo são: 

  • Leitura: Desde que o bebê está na barriga, o habito da leitura já pode ser inserido na rotina da família. Durante a barriga, o bebê conhece a voz dos pais. E após o nascimento, o bebê mesmo que ainda não entenda o que as palavras signifiquem, está em contato com imagens e ilustrações; 
  • Diálogo constante: Manter conversas com o bebê é crucial para o desenvolvimento cognitivo. Os pais e cuidadores narrando as atividades que o bebê irá fazer, separar um tempo para conversar com o bebê, por exemplo, quando o bebê está tomando banho ter conversas e brincadeiras que incentivem o bebê a balbuciar; 
  • Músicas: A música além de imergir o bebê ao universo da comunicação, também ajuda no desenvolvimento memória auditiva e a compreender padrões sonoros;
  • Brincadeiras com as palavras: Brincadeiras que associam objetos a palavras como, por exemplo, “Cadê o cursinho?”, além de enriquecer o vocabulário, ajuda na compreensão; 
  • Ambiente multissensorial: Um ambiente que tenha diferentes texturas, brinquedos e cores ajuda na associação de palavras a objetos, ajuda também a ter experiências sensoriais;
  • Ritmo individual: É crucial que os pais e cuidadores respeitem o ritmo de cada bebê, ou seja, estimular a medida que o bebê aceite e evolua. 

O que não fazer no desenvolvimento da linguagem?

O desenvolvimento da linguagem para o bebê de 1 ano e 9 meses é uma fase fundamental em sua vida. Mas existem comportamentos que não ajudam nesse momento, como:

  • Interatividade: Não se comunicar com o bebê, não exibir reações ou responder aos balbucios do bebê inibi o desenvolvimento da fala;
  • Exposição reduzida à linguagem: Reduzir a exposição do bebê a diversas formas de linguagem, pode atrasar o desenvolvimento da fala. Diversificar as linguagens a qual o bebê está exposto enriquece o vocabulário;
  • Falta de paciência: Forçar que o bebê fale antes que ele esteja pronto gera ansiedade e inibi o desejo de comunicação. A paciência é crucial nesse processo;

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Poliana coimbra do Bonfim sobre Pico de crescimento