Sábado, Julho 13, 2024
InícioBebêHidratante para recém-nascido 

Hidratante para recém-nascido 

Os hidratantes para recém-nascidos são de extrema importância para a pele do bebê. Durante a gestação, o bebê recebe a hidratação necessária dentro do útero da mãe e quando nasce, se indica que o recém-nascido tome banho somente após 24 horas. A pele, especialmente nos primeiros dias e meses da vida é mais fina e suscetível aos fatores externos. As fraldas, as condições climáticas e mesmo o atrito com tecidos impactam negativamente. E dessa forma, a pele fica propensa a irritações e ressecamento. Por isso é necessário o cuidado especial e hidratantes adequados para o recém-nascido. 

Embora, o uso de hidratantes e produtos de higiene são indicados desde os primeiros dias é preciso escolher os ingredientes adequados. A escolha dos produtos naturais são mais seguras para a pele do recém-nascido e também promove segurança para os pais aplicarem o produto no bebê. Produtos como óleo de camomila, amêndoas e calêndula são conhecidos por ajudar a hidratar a pele, evitar alergias e garantir proteção. O uso regular de hidratantes ajuda significativamente na prevenção de problemas como a dermatite atópica e outros problemas dermatológicos. Ter o uso de hidrante fazendo parte da rotina do bebê, minimiza os desconfortos. 

É crucial que antes de aplicar qualquer produto na pele do recém-nascido, os pais procurem a ajuda especializada de um profissional da saúde. Em geral, se recomenda aplicar o produto após o banho, quando a pele já está seca. Portanto, deve-se fazer massagens suaves enquanto aplica o hidratante ajuda na absorção e fortalece o vínculo entre o recém-nascido e o cuidador. O importante que antes da aplicação, o médico seja consultado para garantir que o produto seja adequado e útil para o bebê.

Imagem de valuavitaly no Freepik: Hidratante para recém-nascido

Hidratantes bebê: Principais benefícios 

A pele do recém-nascido demanda cuidados especiais diariamente, e o uso de hidratante diário é um dos principais cuidados. 

  • Hidratação: O principal propósito do uso de hidrantes para recém-nascido é hidratar profundamente a pele sensível;
  • Proteção: A pele do bebê por sua exposição a fatores internos gera maior chances de ressecamento. Sendo assim, o hidratante age como uma proteção e previne o ressecamento;
  • Prevenção: Ao escolher os produtos certos e com substancias adequadas para recém-nascidos, o hidratante ajuda a prevenir alergias e doenças causadas na pele pelo calor, por exemplo; 
  • Estímulo sensorial: Na hora de passar os hidratantes, a família ou os cuidadores podem estimular movimentos e a parte sensorial do bebê. Sendo assim, alguns hidratantes contém fórmulas com ingredientes enriquecidos para estimular positivamente os sentidos;
  • Barreira cutânea: Os hidratantes contribuem para a manutenção da barreira natural e assim fortalecendo a barreira cutânea natural e protegendo contra agressões externas;

Quais fórmulas de hidratante não devem ser usadas em recém-nascidos? 

Embora o uso de hidratantes sejam cruciais para a pele do recém-nascido, é importante saber que existem substâncias que a pele do bebê não deve ter contato. Como:

  • Fragrâncias fortes: Hidratantes com fragrâncias fortes não devem ser usados em recém-nascidos porque a pele, por ser muito sensível, pode reagir aos componentes químicos e causar irritação. Escolha por produtos sem fragrâncias ou suaves;
  • Conservantes químicos: Produtos que contenham parabenos e ftalatos são prejudiciais para a saúde do recém-nascido. Conhecidos por gerar irritações na pele e absorvidos pelo organismo;
  • Corantes: Produtos que contenham corantes artificiais ou não são substâncias que irritam a pele do recém-nascido. Opte por hidratantes naturais e sem corantes para diminuir o risco das reações contrárias;
  • Álcool: Produtos que tem álcool na formula causam ressecamento excessivo na pele do bebê. Escolha hidratantes sem álcool na fórmula;
  • Óleos: Hidratantes à base de óleos minerais obstruem os poros da pele do bebê, gerando irritação e podendo causar erupções cutâneas;

A perspectiva de pediatras para o uso de hidratantes em recém-nascidos

Os cuidados com a pele do recém-nascido é, de fato, uma das preocupações dos pais assim que o bebê nasce. Principalmente nos primeiros meses de nascido porque a pele ainda é muito frágil e sensível. No entanto, é importante saber qual a opinião do profissional da saúde sobre esse assunto. Geralmente, os pediatras concordam que a pele do recém-nascido é naturalmente macia e na maioria dos casos não há necessidade de hidratação intensa no primeiro mês de vida. Quando o bebê nasce, o vernix continua no corpo, sendo indicado deixar pelo menos 24 horas no corpo do bebê. Entretanto, existem casos onde o bebê fica com a pele muito seca e descamando que o uso de hidratante se faz necessário. Nesses casos, os pediatras indicam optar por produtos hipoalergênicos e sem fragrâncias, ou formulas com álcool. Dessa forma, diminuindo o   risco de irritações na pele.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Poliana coimbra do Bonfim sobre Pico de crescimento