Meu Bebê

Posts Tagged ‘depoimento

Dani Suzuki postou em seu blog pessoal um depoimento sobre o momento que está vivendo com Kauai, seu bebêzinho de 4 meses: a amamentação. Desde o início de sua gravidez, a Dani tem dividido com outras mamães através da internet vários momentos da maternidade. Recentemente ela relatou também como foi o dia do seu parto.

No blog, a mamãe conta o quanto foi difícil amamentar no início “O primeiro mês é bem difícil, meu peito ficou ferido e minhas costas acabadas. Na primeira semana quando cheguei em casa ele ainda chorava muito, tive uma madrugada desesperadora, ele não conseguia mamar e comecei a achar que eu estava sem leite e ele com fome…”, e disse também que procurou evitar os conselhos, pois cada bebê reage de uma maneira “sou a favor da livre demanda, se o bebê quer mamar e estou aqui inteira pra ele, que ele mame quantas vezes quiser, ele não é um relógio e a posição correta a gente acerta com um tempo…”, contou ela.

Dani descreveu como é mágico o momento de amamentar, e que hoje se sente mais ligada ao Kauai por isso. E finaliza:

” A dor da amamentação no início se mistura com o prazer de ter aquele bichinho no seu colo. A delicada responsabilidade por aquela vida, pelo seu alimento, faz o sacrifício valer a pena. Vejo muitas mães pararem de amamentar porque limita o tempo livre, impede o retorno aos exercícios pesados e as dietas…Mas poxa vida os fatores positivos do leite materno para o bebê são indiscutíveis, a  proteção contra doenças, a inteligência, o fortalecimento do organismo, o fator psicológico, milhões de outras coisas e ainda a relação que se desenvolve ali entre a mãe e o filho são preciosos.”

Dani ainda deu dicas que a ajudaram neste momento:

Foto: Blog Pessoal

{Dicas da Dani}

- É muito importante saber que se o peito fica machucado é porque o bebê está abocanhando errado.É preciso abocanhar toda a auréola e não só o bico senão machuca mesmo.

- O próprio leite materno é um santo remédio pode ser usado no machucado do peito, tb usei uma pomadinha de banha animal caseira que ganhei de uma amiga, ou outra indicada pelo seu médico como a lansinoh tb ajuda muito.

- Quando muda da fase do colostro para o leite o peito incha muito e dói muito. Água quente aumenta a produção do leite e gelo diminui, portando não faça nada, aguente firme, depois de dois dias passa…e tudo se regulariza.

- Sacudir os peitos e deixar sair um pouco de leite no banho quando a mama tá muito cheia e dura, deixando-a macia ajuda o bebe a abocanhar corretamente e dói menos.

- As conchinhas ajudam a formar o bico do peito caso sejam pequenos.

- Mesmo quando parece que a mama tá vazia e murcha, ainda tem leite e muito! O seio não é um reservatório que esvazia e pronto é uma fábrica, quanto mais o bebe mama mais leite se produz!!

- O leite tem três fases,todas são importantes, deixe o bebê mamar o quanto quiser.

- Kauai não recuperou o peso de nascimento no primeiro mês, isso também não é uma grande preocupação, depois do segundo mês tudo melhora…

- Se necessário complemento do leite que vc armazenou, o mama tutti (mamadeira com canudinho) ajuda muito ou um copinho, ele mama igual um gatinho.

- O bebê pode confundir bicos diferentes (mamadeiras e chupetas) isso pode fazer com que ele desista do peito.

Cada bebê é de um jeito, uns mamam com horários outros como o Kauai não. Os dois primeiros meses definem a quantidade de leite que ele vai precisar depois por isso deixa que o bebê defina isso.

Lindo depoimento, e atitude da atriz. Ajudará muitas mamães com certeza quando se virem na mesma situação. Se quiserem ler o texto completo, leiam o blog da Daniele Suzuki, lá vocês encontram algumas fotos também, desde sua gestação.

E fica a dica, hein meninas!

Beijo, beijo!

Carol

Pouco mais de dois meses após dar à luz, Daniele Suzuki contou em seu blog como foi o nascimento de Kauai, seu primeiro filho, e porque ela não pôde fazer o parto natural.  Achei muito bacana a atitude da Dani, com certeza confortará muitas mamães que passaram – ou passarão – pela mesma experiência.

O DIA EM QUE MINHA VIDA MUDOU DE VEZ…

O dia do parto… Ai ai por mais que eu evitasse aquela expectativa por esse momento, esse dia nunca deixou de ser o dia mais aguardado e preparado.

Eu quis tudo organizado, o parto natural com música, iluminação,um ambiente aconchegante,seguro e adequado para chegada do meu bebê em paz. Não via a hora de ver o rostinho dele e de abraçar  muito aquele ser tão pequeno que soluçava na minha barriga.

…Mas como a vida é sempre surpreendente lá estava eu novamente aprendendo que não posso controlar as leis do universo e kauai manifestou sua chegada bem antes do esperado. Sem minha mala maternidade pronta, comecei a sentir as contrações que suavemente foram se fortalecendo até se tornarem insuportáveis. Esperei um dia e meio e quando já não dava mais fui pro hospital.

Comecei o ritual como programei, fiz as respirações, relaxei na bola, meditei e pedi muito a Deus que me ajudasse a ser forte. Fábio ficou comigo o tempo todo às vezes aflito às vezes dormindo rs…um misto de emoções. A querida Stephanie, nossa orientadora do curso sobre os cuidados com o bebê, também estava lá todo tempo ao meu lado.

Aquele momento ali das contrações no quarto não consigo descrever, tamanha a dor que me deixou em transe, principalmente depois que a Dra Elizabeth me pediu para forçar a saída do bebê a cada contração que eu tivesse. Depois de 8hs nesse trabalho eu ainda estava estagnada com 1 cm de dilatação foi aí que decidiram pela cesária. Putz ! Não acreditei…foi um misto de frustração e confusão mental dentro de mim, mas o que importava mesmo era a saúde do bebê.

E tudo a partir dali tudo aconteceu muito rápido. Lembro de flashes, eu deitada na maca no elevador indo para sala de cirurgia, de sentir muiiito frio, de perder a sensibilidade total das pernas e do pano azul que cobria a minha visão da barriga e eu só aguardando algum barulhinho do bebê.

Quando kauai nasceu eu e Fábio chorávamos de soluçar, ficamos abraçados os três e agradeci aos prantos com toda minha alma à Deus, ao Universo o tão precioso presente. Fábio cortou o cordão e levou o bebê com ele. Fiquei lá pra terminar a cirurgia. Quando cheguei no quarto Fábio deu o primeiro banho e eu o primeiro mama.Eu tava totalmente zonza e logo adormeci.

Até agora não consigo parar de olhar pra ele e agradecer a Deus meu bolinho lindo que ama ficar pendurado no meu peito e agarradinho comigo igual a um broche.

Minha recuperação da cesária foi bem lenta e bem chatinha então no próximo vou tentar novamente o parto normal.

Como decidimos não filmar nem fotografar o registro do parto fica somente no corpo e na mente.”

Postado em seu BLOGLOG oficial, no dia 22/08/2011

O que você achou do depoimento da Dani? Deixe seu comentário e sua opinião!


Blog dedicado a gestantes e mamães que querem trocar informações sobre saúde e beleza na gravidez, nutrição e cuidados com o seu bebê, moda bebê e gestante, decoração e coisas fofas! Siga-nos no twitter e acompanhe as atualizações deste blog e outras novidades! @dicasmeubebe

Twitter @dicasmeubebe

Junte-se a 56 outros seguidores

Parceiros do Dicas

Vida de Gestante
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 56 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: